Bernauto

Haverá lítio e níquel suficientes para produzir 21 milhões de elétricos por ano até 2025

Durante os últimos meses, têm sido levantadas questões relativamente ao níquel e ao lítio. Agora, um novo relatório revela, além de outros dados interessantes, que o que existe desses dois componentes é suficiente para produzir 21 milhões de carros elétricos por ano até 2025.
Os problemas que as fabricantes têm temido poderão não se concretizar realmente.

Com a invasão da Ucrânia, surgiu a preocupação relativamente a possíveis problemas de fornecimento de componentes de vários tipos, nomeadamente níquel e lítio. Sendo estes elementos essenciais à produção de carros elétricos, a indústria tem revelado alguma inquietação.

No entanto, segundo um relatório da organização Transport and Environment, que recorre a dados da Bloomberg, até 2023 haverá material suficiente para produzir pelos menos 14 milhões de carros elétricos em todo o mundo. Por sua vez, em 2025, o aumento da produção de componentes permitirá que as fabricantes de elétricos tenham níquel e lítio suficientes para produzir cerca de 21 milhões de elétricos. Tendo em conta os dados das vendas globais de 2021, estes 21 milhões corresponderão a 31% do mercado.

A questão da possível escassez preocupa as fabricantes, uma vez que poderão ver o custo das matérias-primas a aumentar consideravelmente. No entanto, o relatório revela que, nos próximos anos, a produção de baterias e os projetos de exploração mineira que estiverem em fase de desenvolvimento começarão a funcionar e, por isso, as fabricantes poderão conhecer, na verdade, uma queda acentuada dos preços.

Tendo em conta a possível escassez, existem países a garantir e a assumir a liderança, como é o caso dos Estados Unidos da América e da China. Por sua vez, e embora esteja a trabalhar no sentido de diminuir a sua dependência relativamente à Rússia, a Europa está atrasada.

Fonte: PPlware Motores