Bernauto

Os mais importantes itens que deve ter sempre no carro

⚠️ Um alerta #bernauto ⚠️

O facto de algo ser improvável ou incomum não significa que não deva precaver-se. Saiba quais são os itens que deve ter sempre no carro.

Ainda que mais ou menos prováveis, há certas situações que acontecem aos condutores no dia a dia e que podem ser precavidas com determinados objetos. Por isso mesmo, aqui listamos alguns itens que deve ter sempre no carro para auxiliar nestes momentos.

Já diz o ditado “mais vale prevenir do que remediar”. Pode nunca ter tido acidentes, mas que eles acontecem e podem ocorrer qualquer um é uma realidade.

Por todas estas circunstâncias e outras, conheça alguns objetos que deve ter sempre ao seu alcance.

OS ITENS QUE DEVE TER SEMPRE NO CARRO

  • Pneu sobresselente e macaco ou kit reparador

    Muitas pessoas, para não andarem com tanto peso no carro, por vezes optam por retirar estes elementos. Porém, o inesperado pode acontecer.

    Pode nem ser um acidente, pode simplesmente fazer uma curva mal e “galgar” o passeio com o pneu ou até passar por cima de um objeto no meio da estrada.

    Para que não fique parado no meio da estrada, sem recurso de ferramentas para este feito, o indicado é que saiba como fazer a troca do pneu e, para tal, existe uma lista curta de ferramentas auxiliares que deve ter sempre por perto:

    Pneu sobresselente; Luvas para a mudança do pneu; Macaco para elevar o carro; Chaves corretas no estojo de substituição do pneu e o parafuso de segurança.

    Há uma opção mais fácil. Recorrer a um kit reparador de pneus. No entanto, esta solução só serve para furos pequenos e como improviso para pequenas distâncias.

  • Kit primeiros socorros

    Segundo a página PORDATA, em 2019, registaram-se mais de 35 mil acidentes de viação. Isso significa que ocorreram, em média, 95 acidentes diários. Ora, isto leva-nos ao próximo item essencial: um kit de primeiros socorros.

    Este é um acessório essencial em todas as viagens. Quer viaje acompanhado ou sozinho, é necessário garantir a segurança na condução.

    No caso de acidentes ligeiros em que necessite de usar este kit, é importante que o mesmo contenha pomadas antibacterianas, analgésicos para as dores, cremes para queimaduras, ligaduras, compressas, tesoura, pensos rápidos, entre outros itens.

  • Documentos do carro

    Por lei, tem de ter sempre os seguintes documentos: o livrete, o seguro e o manual do automóvel. Este último poderá vir futuramente digitalizado, segundo as novas tendências.

    Para além disso, aconselhamos também a ter consigo a declaração amigável e os contatos do seguro. Todas estes documentos serão de extrema utilidade se tiver um acidente que, como vimos anteriormente, acontecem com alguma frequência.

    O manual do carro também é importante para perceber o que cada sigla luminosa significa no caso de alguma acender no painel de instrumentos.

  • Colete refletor e triângulo de sinalização

    Ainda no tópico de prevenção de possíveis acidentes ou furos, não se esqueça que sempre que tiver que parar o carro pelas questões acima mencionadas ou de emergência, deve vestir, em primeiro lugar, o colete refletor. Depois deve sinalizar com o triângulo a situação. Dependendo da via onde circula, a distância poderá variar.

    Resumindo, não retire estes objetos do seu automóvel, uma vez que poderão ser fulcrais para evitar outros acidentes e até impedir ser atropelado. Para além disso, são obrigatórios.

  • Lanterna, canivete e martelo de emergência

    Imaginemos o pior dos cenários: após um acidente, à noite, no escuro, o condutor fica preso tanto ao cinto, como dentro do veículo, com o carro capotado, sem conseguir sair.

    Para se libertar do cinto de segurança, usa-se o canivete, para verificar onde se situa o vidro e como parti-lo em segurança, utiliza-se a lanterna e para partir o vidro, recorre-se ao martelo de emergência.

    Obviamente o cenário idealizado foi criado propositadamente para incluir os três itens. Mas cada um deles poderá ser usado separadamente em circunstâncias parecidas.

  • Mapa e/ou GPS

    Obviamente, desde a revolução tecnológica, que o GPS é o mais comum dos dois. Porém, há ainda quem prefira imitar o estilo tradicional e viajar sem grandes aparelhos tecnológicos. Portanto, para esses, aconselha-se o mapa para nunca se perder.

    Há ainda uma outra solução, mais frequente atualmente: o recurso ao GPS do telemóvel. Ora, este ponto leva-nos ao próximo item que deve ter sempre no carro.

  • Sistema de suporte para telemóvel

    Hoje em dia é quase impensável viver-se sem telemóvel. Além das benesses em termos de lazer, também o dia-a-dia de trabalho assim o obriga.

    Porém, segundo o Código da Estrada (CE), é proibido conduzir enquanto se maneja o telemóvel, sendo que em 2021, com a entrada da nova legislação, quem não cumprir terá de pagar entre 250€ e 1200€ e perderá três pontos na carta de condução.

    Portanto, se o automóvel não lhe permitir ligar o telemóvel ao sistema de bordo, opte por um sistema de suporte para telemóvel.

  • Protetores solares para os vidros

    O objetivo destas proteções é evitar que o interior do carro alcance temperaturas demasiado elevadas e desconfortáveis. Além disso, são também essenciais para preservar e evitar o desgaste dos plásticos do interior dos automóveis.

    Principalmente no verão, os raios ultravioleta (UV) são extremamente quentes e agressivos para quem circula no habitáculo, acabando por tornar as viagens desconfortáveis para o condutor e os demais que viajam no carro.

    Por esse mesmo motivo, um dos itens que deve ter sempre no carro são os protetores solares. Estes podem ser, por exemplo, cortinas, películas ou, simplesmente, proteções.

  • Cabos de bateria

    Os carros podem não pegar por diversos motivos. Seja pela exposição ao frio, porque esteve parado durante algum tempo ou simplesmente porque se esqueceu e deixou uma das luzes do carro ligada, por exemplo, se tiver consigo cabos de bateria, pode recarregá-la junto de outro carro que esteja com o motor a trabalhar.

    Isto pode evitar ter de chamar o reboque e uma deslocação à oficina, por exemplo.

  • Água

    Sendo a água um bem essencial à vida, não deixa de ser vital também para a saúde do caro. Portanto, quer tenha sede ou sinta que o carro precisa de água, não se esqueça de levar consigo, sempre, uma garrafa.

    A título de exemplo, caso o pára-brisas esteja sujo e consequentemente a visão afetada e, ao mesmo tempo, não tenha líquido, pode em última instância colocar água e continuar o seu trajeto sem perigo.

  • Guarda-chuva

    Essencial? Não necessariamente, uma vez que há pessoas que até gostam de caminhar sob a chuva. Útil? Sempre. Caso as previsões meteorológicas se enganem estará sempre prevenido, quer seja para si, ou para quem o acompanha, como filhos, pais ou avós.

OS ITENS QUE DEVE TER SEMPRE NO CARRO DURANTE A PANDEMIA

É imperativo deixar também a conhecer os itens que deve ter sempre no carro no contexto atual e que serão, certamente, úteis mesmo depois de a pandemia estar controlada:

  • Máscaras

    Ponto prévio: as máscaras estragam-se, partem-se e gastam-se. O uso aconselhado de uma máscara varia entre as quatro e as seis horas de utilização.

  • Desinfetante

    Não só no carro mas no dia-a-dia, deve levar consigo desinfetante à base de álcool.