Bernauto

Radares da cidade de Lisboa estão todos desligados. Porquê?

Existem 41 radares na cidade de Lisboa e estão todos desligados. A data certa da entrada em funcionamento ainda não foi revelada.

Os radares da cidade de Lisboa foram todos renovados em 2021, operação na qual foram acrescentadas novas localizações.

No entanto, todos os aparelhos se encontram desligados e assim irão permanecer “até ao final do mês de março”, uma informação avançada pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) em exclusivo à Razão Automóvel.

Esta renovação dos radares existentes, bem como a instalação de novos radares, resulta de um investimento anunciado no ano passado superior a dois milhões de euros.

Existem 21 radares fixos na cidade de Lisboa cujos equipamentos foram recentemente substituídos por tecnologia
mais recente e, em simultâneo, foram instalados 20 novos radares.

Câmara Municipal de Lisboa

Radares desligados. Porquê?

Apesar de não ter justificado oficialmente a razão pela qual os radares estão desligados, a Razão Automóvel sabe que o processo de certificação é faseado e que ainda se encontra em curso. Este facto pode ter motivado o executivo a querer esperar pela certificação total dos aparelhos, ao invés de realizar uma ativação parcial.

Esta posição está em linha com as declarações de Carlos Moedas sobre os radares da cidade, tendo dito, após reunião com o Comando Metropolitano do PSP em outubro de 2021, que “a importância dos radares é mais de prevenir as pessoas”.

Questionada sobre os custos desta opção de apenas ligar os radares quando estiverem todos em condições de total operacionalidade, a CML optou por não responder. O valor das coimas é repartido entre a Câmara Municipal de Lisboa (55%), a Autoridade Tributária (35%) e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (10%).

Onde vão estar os radares da cidade de Lisboa?

RADARES NOVOS:

  • Avenida Santos e Castro (2);
  • Avenida Lusíada (2);
  • Avenida Eusébio da Silva Ferreira;
  • Avenida Padre Cruz (2);
  • Avenida Marechal Gomes da Costa;
  • Avenida de Brasília;
  • Avenida Infante D. Henrique (2);
  • Avenida Dr. Alfredo Bensaúde (2);
  • Avenida Almirante Gago Coutinho;
  • Avenida de Ceuta;
  • Avenida Calouste Gulbenkian;
  • Avenida Marechal Craveiro Lopes (2);
  • Avenida dos Combatentes (2).

RADARES EXISTENTES: 

  • Avenida da Índia;
  • Avenida de Brasília;
  • Avenida Infante D. Henrique (2);
  • Avenida de Ceuta (2);
  • Avenida General Correia Barreto (2);
  • Avenida Marechal António Spínola (2);
  • Avenida Marechal Gomes da Costa;
  • Avenida Almirante Gago Coutinho;
  • Avenida Eusébio da Silva Ferreira;
  • Avenida da República;
  • Campo Grande;
  • Avenida Cidade do Porto;
  • Avenida João XXI;
  • Avenida Afonso Costa;
  • Túnel Marquês de Pombal;
  • Avenida Marechal Craveiro Lopes;
  • Avenida das Descobertas.

A localização dos novos radares foi definida em conjunto com a Polícia Municipal, tendo sido utilizados três critérios nesse processo: controlar entradas e saídas da cidade, completar posições existentes de radares e mitigar fatores de risco.

Numa conferência de imprensa que se realizará em data ainda por anunciar, será revelado o dia de entrada em funcionamento dos 41 radares da cidade.

Fonte: RAZÃO AUTOMÓVEL